Bem-Vindo!

Ao site do Lokaos Rock Show.


ROCK DE VERDADE, COMO DEVE SER MOSTRADO!

Colaremos:

25/06/2014 18:48

Lokaos Baú do Gastão – Ramones

Author: lokaos

1234476_633900563347479_1535221995_n

Em mais um webisódio da série BAÚ DO GASTÃO, editada mensalmente pelo decano do jornalismo televisivo dedicado ao rock e ao metal no Brasil GASTÃO MOREIRA em sessão de conversa com o apresentador do LoKaos Rock Show, Edu Rox, o antigo apresentador do Fúria Metal na extinta MTV fala sobre a maior das bandas punk: os RAMONES.

Gravação – Rafael Pacheco e Guilherme Krol Lins
Edição – Rafael Pacheco

Agradecimentos: Inferno Club

08/07/2014 13:17

Sepultura: banda lançará primeiro Blu-ray do Metal nacional

Author: NachoBelgrande

por NACHO BELGRANDE

O selo Eagle Rock Entertainment lançará “Sepultura With Les Tambours Du Bronx: Metal Veins – Alive At Rock In Rio”  em Blu-ray e DVD no dia 15 de Setembro. As imagens do disco foram capturadas durante a performance da banda brasileira no dia 19 de setembro de 2013 no Rock In Rio, ocasião à qual o Sepultura foi acompanhado pela agremiação francesa de percussão industrial LES TAMBOURS DU BRONX.

“Sepultura With Les Tambours Du Bronx: Metal Veins – Alive At Rock In Rio” será o primeiro título em Blu-ray lançado por uma banda de metal do Brasil.

 

sepulturarockinriodvd

Imagem

A majestosa sala da cidade fictícia de King’s Landing é onde muitas das incríveis tramas da série de enorme sucesso da HBO GAME OF THRONES se desenrolam – e onde o Trono de Ferro é mantido.

O líder do ANTHRAX, SCOTT IAN, é um enorme fã do programa e revelou que a banda irá gravar a bateria de seu novo álbum na sala do trono, que faz parte do set permanente da HBO em Belfast, Irlanda do Norte.

Ian tem um amigo que trabalha no departamento de contabilidade da HBO e foi apresentado ao produtor executivo da série, DB Weiss – que por sua vez, é fanático pelo Anthrax.

Ian disse ao programa da revista especializada METAL HAMMER na TeamRock Radio: “Eu perguntei a Dan Weiss, ‘Hey, cara, qual seria a possibilidade de nós gravarmos as trilhas de bateria do próximo álbum na sala do trono? ’ Tipo, a gente leva um estúdio móvel e ajusta a bateria, microfona tudo e grava lá. Ele respondeu, ‘Meu deus, isso seria a coisa mais insana de todos os tempos. Conhecemos as pessoas que podem tornar isso possível. ’

Todos vocês por aí que assistem a Game Of Thrones, tal como eu, provavelmente acham que aquele é um programa muito Metal. E apensa saibam que a razão pra isso é que um dos criadores é um grande fã do gênero.”

Ian afirma que o décimo-primeiro álbum de estúdio da banda sairá em 2015.

 

por NACHO BELGRANDE

Skid Row Perform At Manchester Academy

O guitarrista do SKID ROW, DAVE SABO, afirma que não tem interesse em se reunir com o ex-vocalista do grupo, o bahamense SEBASTIAN BACH.

Sabo, também conhecido como Snake, diz que está animado com o modo que as coisas estão acontecendo pra banda e que não há desejo algum de reunir a formação clássica.

JOHNNY SOLINGER é vocalista do SKid Row desde 1999.

Sabo disse ao site Planet Loud Rock: “Sempre nos pedem uma reunião, e o têm feito desde o vigésimo aniversário, e as ofertas têm sido fenomenais, mas, para mim, eu não sei, a essa altura eu não tenho interesse em isso.”

“Não é que eu tenha ódio da ideia ou algo do tipo, eu estou onde estou agora e me sinto muito bem.”

Ele também discute os primórdios da banda e lembra do fato de seu amigo Jon Bongiovi ter ajudado ao Skid Row e as subsequentes acusações de que o grupo seria ‘fabricado’:

“Tivemos que superar o fato de que muita gente achava que éramos uma banda fabricada por Jon. Elas viam a mim e a Jon e todo o lance de brodagem como nepotismo total, o que por sua vez nos fez trabalhar muito mais duro. Daí, quando essas pessoas nos assistiam ao vivo, era quando elas começavam a sacar a real.”

O Skid Row lançará um novo EP, ‘Rise Of The Damnation Army – United World Rebellion: Chapter Two’ no dia 4 de agosto.

 

por NACHO BELGRANDE

10352387_10152342990283001_215716204211042970_n

MÖTLEY CRÜE deu início à sua turnê de despedida na noite ontem, 2 de Julho, com uma apresentação na cidade de Grand Rapids, Michigan, no primeiro de uma série de shows que só terá encerramento no fim de 2015, quando a banda promete – inclusive por meios legais – pendurar as chuteiras do ramo de turnês.

Com abertura do decano do shock rock e ídolo da banda ALICE COOPER, o Mötley Crüe estreou seu novo palco, com um impressionante – e complicado! – design que inclui um a estrutura estilizada em forma de pentagrama – a capa do segundo álbum da banda, ‘Shout At The Devil’ – e uma enorme montanha-russa concebida para o solo de bateria de TOMMY LEE. A geringonça é uma evolução do equipamento hidráulico usado pelo grego desde a turnê de ‘Girls Girls Girls’ em 1987, quando ele encomendou um kit que pudesse girar 360 graus durante seu solo e também à execução da faixa ‘Wild Side’. Em 2012, após os fãs insistirem para que tal patacoada fosse revisitada, ele foi além de levou consigo na estrada um loop de metal que permitia que ele se deslocasse com suas peças em 360 graus novamente, mas em translação, e não em torno do próprio eixo, momento do show no qual um fã era escolhido para acompanhá-lo.

Dessa vez, a bateria é deslocada por trilhos até a plateia, num projeto que dificilmente será visto fora da América do Norte, dada a dificuldade técnica que apresentaria para ser transportada e instalada em outros países e/ou festivais.

Outra constante nas grandes apresentações da banda –pelo menos as em território estadunidense – a pirotecnia, não foi esquecida na concepção do novo palco, e a quantidade de labaredas cuspidas ao longo do set de duas horas é bastante generosa, e segundo relatos, por vezes alarmante.

A banda, consciente de que simplesmente NÃO PODE optar por um set list de músicas conhecidas apenas pelos fãs mais dedicados e alienar o público mais ‘oba oba’ que só conhece os clássicos, confeccionou um repertório bastante interessante e substancialmente diferente do que vinham apresentando com pouquíssimas variações desde que se reuniu em 2005.

A relação de músicas – incluindo uma nova e supreendentemente, um trecho da pedrada ‘Hooligan’s Holiday‘, do autointitulado álbum de 1994!!! – pode ser apreciada abaixo:

MotherFucker Of Year
Wildside
Primal Scream
SOS
Looks that Kill
On With The Show/Too Fast For Love
All Bad Things Must Come To An End [emendando com solo de Mick Mars]
Smoking In The Boys Room
Without You
Saints Of Los Angeles
Anarchy In The UK
Too Young To Fall In Love
Solo de bateria [com 'Hooligan's Holiday']
Shout At The Devil
Dont Go Away Mad
Live Wire
Dr. Feelgood
Girls Girla Girls
Kickstart My Heart
Home Sweet Home

O trecho norte-americano da turnê se estende até o fim do ano, quando a banda pausa suas atividades para o Natal e réveillon e então segue com a despedida em outros continentes, em especial a Europa, onde a presença do Crüe como headliner de vários festivais de verão já foi agendada. As datas da turnê mundial de 2015 serão anunciadas ao fim desse ano, de acordo com o baixista NIKKI SIXX, e segundo o próprio, incluirão a América do Sul.

Confira abaixo algumas imagens da performance de ontem.

 

GALERIA DE VÍDEOS: http://tinyurl.com/CrueVideos

 

 

trunkgordo

O jornalista e radialista estadunidense EDDIE TRUNK [THAT METAL SHOW] deixou, por mais uma vez, transparecer sua incompatibilidade com a banda-paródia angelena STEEL PANTHER. Ele tem mostrado certa antipatia ao grupo – nunca plenamente assumida – ao longo dos anos. Ele chegou a ter uma discussão acalorada com o líder do ANTHRAXSCOTT IAN, quando este, no programa de Trunk, afirmou que preferia o Steel Panther ao POISON ou ao WARRANT.

Em seu mais recente golpe [lide trecho de texto divulgado no blog do jornalista abaixo] na banda, o anfitrião do canal VH1 explica sua infelicidade com o fato de o JUDAS PRIEST ter escolhido justamente o SP para ser sua banda de abertura durante uma turnê pelos EUA nesse segundo semestre.

Steel

Contrário ao que muitos pensam, eu não odeio o Steel Panther. Eu conheço os caras, gente boa, talentosos, bons no que fazem. Mas o que eles fazem é paródia. Contra isso, não há argumentos. Quer uma prova? Os discos deles estão nas paradas de álbuns de humor! É uma banda que zoa o rock dos anos 80. Me impressiona o fato de as pessoas não enxergarem isso! Eles tem tido um enorme sucesso, especialmente no Reino Unido e na Europa. Bom pra eles. Eles trabalharam muito duro para construir isso a partir de suas raízes na cena de Los Angeles como banda cover tocando toda semana. Mas eu vou admitir que eu preferiria muito ver o Priest pegar uma banda de metal ‘tradicional’. Uma banda nova ou antiga com o mesmo pleno comprometimento e os mesmos valores para com o Metal que eles tem tido.”